Se quiser reproduzir meus textos…

Pois bem, você chegou até aqui. Você deu uma olhada, você curtiu, ah, mais ou menos, algumas coisas, sim, outras, não.

Mas, antes de sair do blog, você encontrou um texto legal. Um que te falou algo, que realmente ressoou no peito, ou deu aquela descarga elétrica diferente nas suas sinapses. Legal, fico feliz, seja o texto algo de minha autoria, seja um texto que traduzi de alguém.

Você gostou tanto do texto, que gostaria de reproduzi-lo no seu blog, ou em um blog com o qual você colabora. Puxa, fico mais que feliz, me sinto honrado e até lisonjeado!

Mas tem uma regrinha que eu vou pedir para você cumprir, então. Eu queria que você obedecesse à licença a seguir. É uma licença Creative Commons, modificada para levar em conta como eu gostaria que a obra fosse citada.

Licença Creative Commons
Todos os textos deste site estão sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil.

Dentro dos termos desta licença, cuja versão amigável você pode encontrar aqui, eu gostaria que você citasse que a obra é de autoria, ou que a tradução do texto original, caso seja aplicável, é de Marcos Veríssimo Alves, e eu gostaria de um link direto para o blog. Isto não é difícil, e há vantagens para todos.

Para mim, porque pode ser que as pessoas se interessem pelas outras coisas que eu escrevo. O objetivo do meu blog é jogar minhas idéias por aí, fazendo as pessoas saberem que são minhas.

Para você, porque você sai de bom moço: deu crédito (você é um cara legal), colocou o link (você é um cara muito legal) e ainda mostrou coisas que a pessoa talvez nem acabasse conhecendo por preguiça de ir ao Google encontrar o endereço do blog (puxa, você é totalmente demais!!!).

Voltando à citação, não precisa ser nada muito elaborado, não. Basta um singelo texto do tipo

“Reproduzimos um texto (de autoria de Marcos Veríssimo Alves / de autoria de Fulano de Tal, traduzido por Marcos Veríssimo Alves), originalmente publicado no site Ruminando.”

Pronto, todo mundo vai ser mais feliz: você, porque saiu de cara totalmente demais; eu, porque vou ter crédito pelo meu esforço; o leitor, porque terá facilitada a opção de aceder a novos pontos de vista, concorde ele, goste ele, ou não.

Te agradeço desde já, camarada.

Happy trails to you, until we meet again.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s