As dez condições para o amor

Eis que me descubro apaixonado por micropoesia. Já era apaixonado antes, pela poesia de Leminski, que já era um poeta perfeito para o Twitter antes mesmo que se pensasse em sua existência. Só fico imaginando Leminski tuitando sua poesia, como seria!

Ultimamente,  comecei a seguir alguns micropoetas no Twitter. Não são somente micropoetas: são artistas que tuitam micropoesia. Cada um tem seu próprio estilo, seus assuntos de preferência, seu caráter como poeta. Talvez, o que mais me apaixone na micropoesia seja ver que 140 caracteres são suficientes para imprimir estilo e caráter próprio…

Abaixo reproduzo uma seqüência de tuítes de uma escritora, a Margarida Souza, @margarida57 no Twitter. Sigo os tuítes de Margarida, e também os textos de seu blog, “Margarida Nua“. No blog, a Margarida dá um tom completamente diferente de seus tweets, mais libertino, quase que puramente sexual. Também muito interessante, mas sem a poesia que têm seus tuítes. Ou, quem sabe, uma poesia totalmente diferente. Afinal, não estamos acostumados a associar poesia à carnalidade. Uma coisa é certa: um é complemento, e não antagonismo, do outro.

Boa leitura a todos.

==============================================

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Para amar é preciso que se cumpram certas condições: que o sol, todos os dias, de manhã, ilumine os dois, ao mesmo tempo, é a primeira.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Segunda condição para o amor: se houver sombra, ela deve ser do tamanho que comporte os dois, juntinhos, abaixadinhos. E ali se beijem.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Terceira condição para o amor: Lágrimas, se as houver, devem frequentar ambas as faces.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Quarta condição: Café não rima com poesia, ou rima? Não rima, decididamente, não. Mas nada impede que no desjejum seja servido um soneto.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Quinta condição para o amor: Leve-me contigo, levo-te comigo. Não há mais a barreira física, nem de ter de carregar peso depois do skype.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Sexta condição para o amor: Você poderá ter um amante, seu marido idem, desde que num baile de máscaras, ambos se enamorem…

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Sétima condição para o amor: Suas amigas poderão amar o seu marido, desde que ele também as amem. Afinal, amemos todos uns aos outros.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Oitava condição para o amor: Caso nos percamos um do outro, numa noite turva, de névoa londrina, saibamos identificar perfumes.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Nona condição para o amor: Caso o conflito se estabeleça, façamos como diz o poeta, amemos apenas o corpo, pois as almas não se entendem.

Margarida SouzaMargarida57 Margarida Souza

Décima condição para o amor: Reparar que depois de alguns anos não se sabe mais de quem o retrato na parede, se meu, ou dele.

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia, Twitter e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s